Cultural‎ > ‎Poesias‎ > ‎

Poesia Inédita - O Repensar da Vida

Autora: Luci Rappa

 

1º Lugar - Poesia Inédita 14º FEGARP/2007


Nós vemos todos os dias
No rádio, jornal ou tv
Que o planeta está morrendo,
As geleiras derretendo
É maremoto , furacão
Terra seca, empobrecida
E a água, que vai acabar
Pode até faltar comida
Se isto continuar !

O que deixar para os netos
Até mesmo os bisnetos
E as futuras gerações
Senão pararmos agora
Usando a  consciência
E a nossa inteligência
Devemos pensar na vida
Como era antigamente,
O que havia ? E hoje não há!

A Natureza está morrendo
Árvores nobres são cortadas
Os rios assoreados
Só se vê poluição
Sem falar das  queimadas
Que parecem não ser nada,
Mas causam devastação .

“ Preservar é Tradição ”!
É o lema do MTG
E nós devemos agora
Nos unir e dar as mãos
Pra salvar o Ecossistema
Da total destruição.




O Gaúcho sempre teve
Pela terra uma paixão
E nós devemos juntos,
Honrar esta tradição
Levantando a bandeira
Em prol da Natureza
E salvar nosso planeta
Da fatal dizimação.

Estamos aqui no Rodeio
Em Jataí , em Goiás
Jovens, juntem-se a nós
Vamos todos trabalhar
Pra salvar a nossa terra
Não é difícil , impossível
Basta crer... acreditar !

Respeitando a Natureza
Podemos sempre dizer
Sou gaúcho e tenho orgulho
Da minha terra , torrão
Preservo o que nela existe
Não causo destruição.

Se cada um de nós
Cumprir com o seu papel
Fazendo um pouco que seja
Como Um Grão, da Produção
Conseguiremos com certeza
Reverter a situação!
Este Repensar da Vida
É a nossa salvação
E a importância que temos
Em cuidar da preservação.

A hora certa é agora
Nos unir e preservar
O que temos de beleza
Que a Natureza nos dá
Juntos , numa corrente
Sermos elos ... só de gente
E o Ecossistema salvar.

1º Lugar poesia Inédita 14º FEGARP/2007 –
 


Comments